Corpo Docente

O corpo docente desta pós-graduação inclui, para além dos professores, um conjunto significativo de conferencistas convidados de reconhecida experiência e mérito académico e/ou profissional no domínio da paisagem que, no ano lectivo 2016-17, é composto entre outros por: 

ANTÓNIO PRETO (CEAA/DTC-ESAP); AXEL FISHER (arquiteto, projeto MODSCAPES); CATARINA ASSIS PACHECO (paisagista); Equipa do projeto MODSCAPES – Modernist Reinvention of Rural Landscape; FILIPA CARDOSO DE MENEZES (paisagista); FRANCISCO ARQUÊS (arquiteto, ETS Arquitetura de Madrid); FRANCISCO GUEDES DE CARVALHO (arquiteto, atelier Beco da Belavista); HÉLIA MARCHANTE (Escola Superior Agrária - Instituto Politécnico de Coimbra/ Centro de Ecologia Funcional - Universidade de Coimbra); JUAN MANUEL PALERM SALAZAR (Arquiteto, ETS Arquitetura de Las Palmas de Gran Canaria. Presidente da UNISCAPE - European Network of Universities for the implementation of the European Landscape Convention e director do Observatório da Paisagem de Canarias); LUIS BRANDÃO COELHO (DRAPN, Presidente - Associação de Produtores Florestais do Vale do Minho e Vice-Presidente – IBERICAGROFOREST – Associação Agroflorestal Ibérica); KAZUYO SEJIMA (arquiteta, prémio Pritzker); LUIS FERREIRA ALVES (fotógrafo de arquitetura); LUIS GUEDES DE CARVALHO (paisagista, atelier Beco da Belavista); MICHELE CANNATÀ (arquiteto, DARQ/LIA-ESAP, IR do projeto Paisagem por subtração); PAOLO MARCOLIN (urbanista, DARQ/LIA-ESAP)


Nome Completo
Alexandra Trevisan da Silveira Pacheco

Nome Profissional
Alexandra Trevisan

Departamento
Teoria e História

Cagegoria
Professor Auxiliar

Cargo(s) académicos
Coordenadora da Secção Autónoma de Teoria e História | Vice-Presidente do Conselho Científico | Membro do Conselho Geral

Unidade(s) de investigação
Centro de Estudos Arnaldo Araújo (CEAA): Membro da Direção | Membro do Conselho de Fundadores | Grupo de investigação Estudos de Arquitectura - Investigadora Integrada

Projecto(s) em curso
MODSCAPES – Modernist Reinvention of Rural Landscape (HERA.15.097) | Da Reflexão teórica à prática fotográfica processual (Ref. ESAP/2017-18/P41/SATH

Email
alexandra.trevisan@esap.pt

ORCID
0000-0003-4538-9358

Página(s) Web
https://esap-porto.academia.edu/AlexandraTrevisan

Curriculum DeGois
2635488245845398

Curriculum

Licenciada e Mestre em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Doutorada em Arquitectura (programa Problemas de la Arquitectura y ciudad moderna: teoría, historia, proyectos) pela ETSA da Universidade de Valladolid. É docente na ESAP desde 1986.É Coordenadora da secção Autónoma de Teoria e História e Vice-Presidente do Conselho Cientifico da ESAP. Tem vindo a desenvolver investigação no campo da Teoria e História da Arquitectura e da História da Fotografia, sendo de destacar a participação em dois projectos FCT já concluídos: Fotografia, Arquitectura Moderna e a “Escola do Porto”: Interpretações em torno do Arquivo Teófilo Rego (2013-2015) como investigadora responsável, e Modernismos do Sul (2014-2015), como membro da equipa de investigação.

Nome Completo
António Manuel Rosas Leitão Barbosa

Nome Profissional
António Leitão Barbosa

Departamento
Arquitectura

Cagegoria
Assistente

Email
r31j.arquitectos@gmail.com

ORCID
.

Página(s) Web

Curriculum DeGois
None

Curriculum

Licenciado em Arquitectura no ano de 1989, pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto. Concluiu em 2008 o 3º Ciclo de estudos no departamento de Teoria y Proyetos da Escuela Técnica Superior de Arquitectura de Madrid. Actualmente desenvolvea Tese no P.D.A. da FAUP, com o título “Censura e Projectação; a Arquitectura Moderna Portuense nas atas da Comissão Municipal de Arte e Arqueologia entre 1940 e 1948”, orientado pelo Professor Doutor Francisco Barata Fernandes. É docente na Escola Superior Artística do Porto desde o ano lectivo 1994/95Após a licenciatura, colaborou com o arquitecto Rafael Moneo em Madrid, nos anos de 1991/92. Iniciou a actividade profissional liberal em 1994 e lidera a equipa de projectos R31J.Arquitectos. Obteve em 2004 o 1º prémio no Concurso para a Requalificação da Frente Ribeirinha da Cidade de Lagos – Programa Polis. Em 2006, recebeu o 1º Prémio de Arquitetura do Douro, atribuído ao projecto da Adega da Quinta da Touriga, no âmbito das comemorações dos 250 anos desta região demarcada. Foi vogal do Conselho Diretivo da Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos no triénio 2008/2010. Projectou as obras concluídas no passado ano de 2015, do Hotel das Descobertas, situado na Ribeira do Porto e do setor administrativo na Nova fabrica Ramirez localizado em Matosinhos. Projectos em curso: Reabilitação de quinta agrícola em Adaúfe/Braga; Hotel na Sé/Porto; Casa Unifamiliar Aldoar/Porto; Edifício de alojamento Local; Edifício de Habitação Colectiva Nevogilde/Porto; Casa de férias na Granja/V. N. Gaia

Nome Completo
Estevão Manuel Portela Pereira

Nome Profissional
Estevão Portela-Pereira

Departamento
Arquitectura

Cagegoria
Professor Auxiliar Convidado

Unidade(s) de investigação
Centro de Estudos Geográficos, IGOT-UL

Projecto(s) em curso
“LIFE TAXUS” – “TAXUS – Restoring yew thickets 9580* Mediterranean Taxus baccata woods”, LIFE12 NAT/PT/000950. Coord. Quercus ANCN

Email
estevao@campus.ul.pt

ORCID
.

Página(s) Web
https://www.researchgate.net/profile/Estevao_Portela-Pereira

Curriculum DeGois
0000-0001-6161-0492

Curriculum

Licenciado em Geografia pela FLUL desde 2005, lecionei 1 ano no ensino básico e secundário, ingressando no doutoramento em Geografia Física [Geobotânica] em 2007 no IGOT-UL. Concluída em 2013 com "Louvor e Distinção" por unanimidade, a tese consistiu numa análise geobotânica integrada sobre a vegetação ripícola potencial (e invasora) da Bacia Hidrográfica do Tejo em território português. Desde 2009 sou investigador no Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa e colaborador no Centro de Ecologia Aplicada à Agricultura (ISA-UL). Desde 2010 tenho desenvolvido trabalhos diversos centrados na conservação da natureza, nomeadamente na caracterização e monitorização de flora, vegetação e habitats naturais e espécies exóticas invasoras. Geobotânica, Salicologia, Ecologia das Invasões e Restauro Ecológico são alguns dos meus interesses de investigação.

Nome Completo
Isabel Maria da Cruz Baptista Matias

Nome Profissional
Isabel Maria Matias

Departamento

Cagegoria
Professor Auxiliar Convidado

Unidade(s) de investigação
Centro de Estudos Arnaldo Araújo (CEAA) – Membro do Conselho Científico | Membro do Conselho de Fundadores | Grupo de investigação Estudos de Arquitectura – Investigadora

Projecto(s) em curso
MODSCAPES – Modernist Reinventions of Rural Landscape (HERA.15.097) – Investigadora; | Plano de Paisagem de Paredes de Coura (CM Paredes de Coura - Portugal 2020/Norte 2020) – Investigadora Responsável

Email
isabelmatias@vastus.pt

ORCID
0000-0001-9970-163X

Página(s) Web

Curriculum DeGois
5755059262325176

Curriculum

Planeamento Ambiental e Arquitecta. Exerce  docência universitária desde 1994 e tem leccionado em diversas Universidades Nacionais, nas áreas do Ordenamento do Território/Urbanismo e Planeamento Ambiental/ Desenvolvimento Sustentável, em cursos de Licenciatura, mestrados e pós-graduações. Integra, desde o ano lectivo de 2006, o corpo docente do Curso de Mestrado Integrado em Arquitetura da ULP. Investigadora integrada na Unidade de investigação Centro de Estudos Arnaldo Araújo, onde desenvolve investigação na área da Paisagem e do Território e integra a equipa do MODSCAPES – Modernist Reinventions of Rural Landscape (HERA.15.097) . Desenvolve, também, nessas áreas atividade profissional desde 1989, nas empresas de que é sócia-gerente, Vastus, Gabinete de Projectos, Planeamento e Ambiente, Ldª  e Leiras do Carvalhal, Ldª, sendo coordenadora da área do Ordenamento do Território, Urbanismo e Ambiente. Ao nível da actividade associativa integrou, entre outros, de 1993/1995, o Conselho Directivo Nacional da Associação dos Arquitectos Portugueses e, em 1996/1998, a Direcção da Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos.

PhD  thesis at the University of Valladolid, researcher at the Centre for Studies Arnaldo Araújo (CEAA / ESAP) - UID 4041 of FCTL and lecturer in Town-Planning at Universidade Lusófona in Porto. Graduates in Architecture at FAUTL in 1989. In 1998 concluded in FCT / UNL a Masters in Planning and Environmental Planning.

In 1994, together with architect Adriano Borges, sets up her own office, Vastus, Gabinete de Projectos, Planeamento e Ambiente, Ldª,  which co-ordinates Land Planning, Urban Planning and Environment. In the same year, starts academic work. In this context, lectures Urban Design at Escola Superior Artística do Porto (Higher School of Arts in Porto) and has also been lecturing  Sustainability and Local Agenda 21 in post-graduate courses at Universidade Católica do Porto/Escola Superior de Biotecnologia (Catholic University in Porto/Higher School of Biotechnology).​​

Nome Completo
Maria de Fátima Fernandes

Nome Profissional
Fátima Fernandes

Departamento
Arquitectura

Cagegoria
Professor Auxiliar

Cargo(s) académicos
Directora do Departamento de Arquitectura | Membro do Conselho Científico | Membro do Conselho Geral

Unidade(s) de investigação
Laboratório de Investigação em Arquitectura (LIA) | G1 | Grupo de Investigação Habitação Popular do Porto - Investigadora | G2 | Grupo de Estudos de Desenho Urbano e Territorial - Investigadora

Projecto(s) em curso
Paisagens por Subtracção (ESAP/2016/ DARQ) – Investigadora

Email
fatima.fernandes@esap.pt

ORCID
0000-0001-7452-282X

Página(s) Web
http://cannatafernandes.com/pt/

Curriculum DeGois
6607266060530478

Curriculum

Fátima Fernandes. é Licenciada em Arquitectura pela ESBAP e Doutora em Teoria e Prática do Projecto pela ETSAM Universidade Politécnica de Madrid com a tese A Arquitectura na Construção da Paisagem. É docente na ESAP desde 1996. Foi Directora do Curso de Arquitectura da ESAP e Presidente do Conselho de Admissão da Ordem do Arquitectos SRN. Em 1984 funda a CANNATÀ & FERNANDES arquitectos Lda. Foi Comissária dos eventos de Arquitectura da AEP e responsável científica pelo Departamento de Arquitectura das Edições ASA. e das Edições Civilização. Foi convidada para expor a sua obra em exposições de âmbito internacional destacando-se a Bienal de Veneza, a Trienal de Milão e as suas obras e projectos encontram-se publicados em publicações monográficas e em livros e revistas de arquitectura de âmbito internacional. Desenvolve investigação na área da arquitectura e do urbanismo com enfoque em temáticas ligadas à influencia da arquitectura na construção de infrestruturas territoriais e na transformação da Paisagem.

Nome Completo
Maria Helena Teixeira Maia

Nome Profissional
Maria Helena Maia

Departamento
Teoria e História

Cagegoria
Professor Auxiliar

Cargo(s) académicos
Directora-Adjunta do Conselho de Direcção | Membro do Conselho Científico

Unidade(s) de investigação
Centro de Estudos Arnaldo Araújo (CEAA) – Directora | Membro do Conselho de Fundadores | Grupo de investigação Estudos de Arquitectura – Investigadora Responsável

Projecto(s) em curso
MODSCAPES – Modernist Reinventions of Rural Landscape (HERA.15.097) – Investigadora Responsável; Notícias de Arquitectura (ESAP/2016/P29/SATH) - Investigadora Responsável.

Email
hmaia@esap.pt

ORCID
0000-0003-4538-9358

Página(s) Web
https://esap-porto.academia.edu/MariaHelenaMaia

Curriculum DeGois
2306404213276026

Curriculum

Maria Helena Maia. Licenciada em História – Arte e Arqueologia (Universidade do Porto, 1982) e doutorada em Arquitectura, programa Arquitectura Moderna y Restauración (Universidade de Valladolid, 2002). É docente na ESAP desde 1984. Foi coordenadora e vice-directora do curso de Arquitectura e presidente do Conselho Científico da ESAP. Tem vindo desenvolver investigação no campo da Teoria e da História da Arquitectura, sendo de destacar a participação em três projectos FCT já concluídos: A “Arquitectura Popular em Portugal. Uma Leitura Crítica (2010-2013), como investigadora responsável; Fotografia, Arquitectura Moderna e a “Escola do Porto”. Interpretações em torno do Arquivo Teófilo Rego (2013-2015) e Modernismos do Sul (2014-2015), como membro da equipa de investigação.