Previous Next

Mostra NEGRO FICCA

19, 20 de Novembro (ESAP) e 22 de Novembro (OPPIA) 19, 20 e 22 de Novembro 2018

A partir do lugar da arte, e para além das geografias e das políticas, os filmes que compõem a Mostra NEGRO FICCA remetem na sua utopia ao sonho de construção de um mundo no qual os africanos e todos os herdeiros de suas tradições sejam reconhecidos pela sua força e inteligência.

 

Parceria do Curso de Cinema e Audiovisual da ESAP, com o Cineclube Amazonas Douro, e o IV Festival Internacional de Cinema do Caeté, a Mostra de Cinema Negro FICCA exibe filmes de autores negros e/ou de temáticas a partir da arte e da resistência negra.

São filmes realizados por negros, e/ou de temáticas negras, que venceram e/ou participaram das três edições do FICCA, cuja IV edição este ano de 2018 acontecerá na cidade do Porto, com apoio do Curso de Cinema e Audiovisual da ESAP.

 

Programa:

Segunda-Feira, 19 de Novembro às 16h

Auditório da ESAP

 

Equidade Racial

(Danilo Gustavo Asp – PA, 33 Min / Prêmio Júri Popular - FICCA 2016)

feli(Z)cidade (Clementino Júnior, RJ - 12 Min / Melhor Documentário - FICCA 2015)

Conflitos e Abismos (Everlane Morais, SE - 15 Min / Melhor Curta-Metragem - FICCA 2014)

Gapuiando (Francisco Weyl, PA, 30 Min, 2016)

Samba de Cacete: Alvorada Quilombola (André dos Santos e Artur Arias Dutra – PA, 26 Min, 2016)

 

Terça-Feira, 20 de Novembro às 16h

Auditório da ESAP

 

Guiné-Bissau, colorido de ritmos e movimentos (Hilton P. Silva, Belém, Pará - 8 Min)

Guiné-Bissau - A esperança dos foliões (Júlio Silvão Tavares - Cabo Verde - 20 Min)

Caboverdeanamente (João Sodré - Moçambique / Portugal - 50 Min)

Coeur cosmic comes toutes les femme (Misá, Cabo Verde - 10 Min)

Terra, Terra (Paola Zerman, Cabo Verde - 37 Min)

 

Quinta-feira, 22 de Novembro às 16h

oPorto Picture Academy (OPPIA)

 

Conflitos e Abismos (Everlane Morais, SE - 15 Min / Melhor Curta-Metragem - FICCA 2014)

Gapuiando (Francisco Weyl, PA, 30 Min, 2016)

Samba de Cacete: Alvorada Quilombola (André dos Santos e Artur Arias Dutra – PA, 26 Min, 2016)

Guiné-Bissau, colorido de ritmos e movimentos (Hilton P. Silva, Belém, Pará - 8 Min)

Coeur cosmic comes toutes les femme (Misá, Cabo Verde - 10 Min)

Caboverdeanamente (João Sodré - Moçambique / Portugal - 50 Min)